NAÇÃO NOVA CRUZ - O POVO TEM VEZ E VOZ. TODOS OS SÁBADOS NA RADIO AGRESTE FM 107,5 MHz.

segunda-feira, 12 de março de 2012

GAZETA DO AGRESTE DE VOLTA E ESTRÉIA ENTREVISTANDO O DR. CID ARRUDA CÂMARA

               
Depois de alguns meses sem atualização, o Jornal GAZETA DO AGRESTE coordenado pelo jornalista Rafael, retorna na sua versão o-line e desta feita traz uma extensa entrevista com CID ARRUDA CÂMARA, ex Prefeito da Cidade e que é pré Candidato à Prefeito pelo PSB. Na entrevista Cid fala sobre assuntos políticos, administrativo e sua pre candidatura. Confira a entrevista:

GAZETA - A sua candidatura para Prefeito de Nova Cruz está de fato confirmada?

CID ARRUDA - Só podemos falar em candidaturas após elas serem homologadas pelas Convenções Partidárias. Pela Legislação Eleitoral para o pleito de 2012 elas deverão acontecer até o dia 30 de junho.O que existem atualmente são pré-candidaturas. Existe um sentimento do povo para que volte a me candidatar visando retornar à Prefeitura.As últimas Pesquisas de Opinião Pública feitas no município confirmam esse anseio popular.Quem conhece minha trajetória política e meu amor à nossa terra sabe que não iria frustar a confiança que os meus conterrâneos têm para comigo.Estou pronto para enfrentar mais essa luta e como tal me coloco à disposição do meu Partido, o PSB e de Nova Cruz.Atualmente sou Pré-Candidato


GAZETA - Alguns veículos noticiaram que o TCE desaprovou as contas da Prefeitura de Nova Cruz, durante um período em que você era gestor. Isso não pode vetar a sua candidatura devido a aprovação do Projeto Ficha Limpa ?

Em toda minha trajetória como gestor público não respondi e nem respondo a nenhum processo por improbidade administrativa. Fui Prefeito de Nova Cruz por 8 anos, de 2001 a 2008. Todos os meus documentos produzidos durante esse período encaminhei tanto para a Câmara de Vereadores como para o TCE. São assuntos de ordem técnico-contábil. É normal que tenham questionamentos. Não conheço nenhum gestor que não tenha recebido notificações para dar os devidos esclarecimentos. Respondí a todas indagações que me chegaram e estarei pronto para responder aquelas que por ventura apareçam daqui para frente.Já havia ocupado outros cargos públicos antes de chegar à Prefeitura.Fui Diretor, Presidente de Empresa de Economia Mista e Sub-Secretário de Estado. Em todos eles me portei dentro dos princípios éticos. Em todos eles não existe nada que manche a minha pessoa. Nenhuma falcatrua ou escândalo.Procedimento igual tive à frente da Prefeitura de Nova Cruz chegando ao ponto de ser de público elogiado pelo Promotor de Justiça à época Dr. Antonio Carlos Lorenzetti ,que em discursos proferidos disse não ter encontrado motivo algum para ser alvo de Representação pelo Ministério Público. Portanto, não existe nenhum ato de improbidade ou de desonestidade em minha vida pública, nem muito menos, nada de ordem jurídica ou legal, que impeça uma candidatura minha.

GAZETA - Que avaliação você faz da atual administração comandada pelo seu opositor Flávio Azevedo?

CID ARRUDA - O Prefeito anteriormente havia disputado por duas vezes, em 2000 e em 2004, sem sucesso, a Prefeitura de Nova Cruz. Em 2008, novamente se candidatou e desta feita atingiu seu objetivo, sendo eleito para comandar os destinos de nosso município no período de 2009 a 2012.Foram muitas as promessas de campanha e também os compromissos assumidos. Para as camadas mais pobres se comprometeu a pagar as contas de água e de luz e de doar cestas básicas mensais. Prometeu empregar muita gente na Prefeitura. Lançou Propostas de Governo mirabolantes e com isso conseguiu receber uma votação nunca vista em nosso município. Existia uma expectativa e uma esperança que transformasse todas aquelas promessas em realidades. Escolheu com lema de administração : “Fazendo Acontecer”. Passados 3 anos e 2 meses NADA ACONTECEU.Como conseqüência veio a frustação. O desalento pelas metas administrativas prometidas e não cumpridas é grande, principalmente das pessoas que votaram nele. Um desastre como gestor, que levou nosso município ao caos absoluto em todos os setores administrativos.

GAZETA - A única coisa que Flávio criou em Nova Cruz como prefeito foi o carnaval da barragem. Que opinião você tem desta iniciativa do prefeito e o que fará com o “Carnaval da Barragem” se voltar a ser Prefeito?

CID ARRUDA - Na Prefeitura resgatamos o Carnaval de Nova Cruz. Na 6ª Feira tínhamos a Abertura do Carnaval com o “Baile da Cidade”; de Sábado à 3ª Feira, quatro grandes noites carnavalescas.Nas tardes dos Domingos e das 3ªas Feiras “Bailes Infantis”. Todas as noites antes das festas promovíamos arrastões saindo dos diversos bairros para o local da festa. O Carnaval se prolongava até às 6 hs da manhã da 4ª Feira de Cinzas. O Encerramento sempre acontecia em frente à Igreja Matriz da Imaculada Conceição.Durante esse período o novacruzense deixou de ir para as praias e voltou a brincar o Carnaval em sua terra.A atual administração não deu continuidade a esse trabalho e o êxodo das pessoas para outras cidades voltou com força total..Pude constatar isso esse ano no domingo de Carnaval em Baía Formosa. Parecia que estávamos em Nova Cruz.Centenas de conterrâneos foram brincar o Carnaval naquela praia.A novidade que o atual Prefeito introduziu no Carnaval foi fazer durante o dia um “Carnaval na Barragem”.Quando fui eleito Prefeito, Dona Germana fazia no período junino uma festa que foi se tornando conhecida, o São Pedro de Nova Cruz. Poderia mudar, para ao invés do São Pedro, passar a fazer o São João, por exemplo. Assim não procedemos. Continuamos fazendo o São Pedro que foi melhorado a cada ano. O atual Prefeito, querendo ser diferente, em seu primeiro ano de administração mudou o local dessa festa. Transferiu para a Rua Frei Serafim de Catânia, próximo à Rodoviária. Foi uma mudança que não teve a aprovação do povo.Depois de dois anos teve que recuar e voltar com o São Pedro para o mesmo local onde fazíamos, na Av. Industrial José de Brito, que na realidade é o melhor local para as grandes festas da cidade.Chegando à Prefeitura, como fizemos com o São Pedro,diferente do que muitos propagam, não iremos acabar com o Carnaval da Barragem.Como fizemos com o São Pedro iremos continua com esse Carnaval na “Barragem Pedro Targino” que foi construída na Administração de Dona Germana Targino .Não só vamos continuar, como vamos introduzir as mudanças que são necessárias para a sua melhoria.

GAZETA - Ao assumir o município, Flávio pintou a Prefeitura de verde - cor do PMDB. Se você voltar a ser prefeito, utilizará a prefeitura com a cor do seu adversário ou pintará de volta de azul?

CID ARRUDA - O Prefeito além de pintar, mesmo sem necessidade,os prédios públicos para querer passar para a população e para os visitantes que eram realizações de sua administração, fez de tudo para se auto-promover e de tentar manter acessa lutas políticas, sem nenhum proveito para a administração nem tão pouco para o povo.Não se conscientizou que foi eleito por um partido político, mas à partir de sua posse deveria ser o prefeito de todos os novacruzenses.Se manteve durante todo esse tempo como se a campanha não tivesse terminado. Até hoje ainda não desceu do Palanque. Criou um programa radiofônico voltado exclusivamente para fazer política; o município completou 92 Anos de Emancipação Política, mandou fazer um bolo verde de 15 metros para comemorar; até o Cemitério foi pintado de verde. Igual atitude teve um outro Prefeito brasileiro que foi destaque no Programa “Fantástico” da Rede Globo deste domingo, como exemplo da má utilização do dinheiro do contribuinte. O programa qualificou essa ação como: “A Farra com o Dinheiro Público”. Recentemente o Promotor de Justiça moveu uma Ação contra o Prefeito para responsabilizá-lo por esse uso exagerado da cor de seu partido. Entendo que não devemos discriminar as cores, nem a criatividade dos arquitetos. Na Praça de Eventos Mauro da Cunha Pessoa, por exemplo, o arquiteto escolheu, o creme para as arquibancadas; o cinza para os bancos e terracota para a Concha Acústica.Tudo para harmonizar com o verde das inúmeras plantas da Praça. Ficou belíssima. Vem o Prefeito e manda pintar tudo de verde.Quem passa à noite não enxerga a Concha Acústica que ficou sem nenhum destaque. Um tremendo mau gosto.Os diversos corrimãos metálicos que colocamos nas ruas para proteção dos pedestres eram pintados de laranja para dar uma melhor visualização. O atual Prefeito mandou pintar de verde colocando em perigo a vida dos pedestres.A passagem sobre os trilhos da Av. Assis Chateaubriand é um exemplo.O que geralmente colocávamos para identificar as obras era a logomarca da administração, aqueles tijolinhos com os dizeres “Construindo o Futuro”.Caso retorne à Prefeitura darei aos prédios as cores escolhidas pelos arquitetos. Quanto ao slogan administrativo vamos ter que escolher um outro.Algumas pessoas estão sugerindo que adotemos esse: “Reconstruindo Nova Cruz”. Com relação à pintura da Prefeitura ela permanecerá como está até seja necessário receber uma nova pintura. Será numa cor que não dê conotação política, porque afinal a Prefeitura não pertence a nenhum partido, a Prefeitura é do Município de Nova Cruz.

GAZETA – Dizem os bacuraus (adversários) que você só vem à Nova Cruz fazer política e que depois se esquece do povo. Como você se defende estas afirmações?

CID ARRUDA - Toda a minha vida sempre foi voltada para nossa terra. A minha primeira escola foi o Externato Domingos Sávio onde atualmente é a Casa Paroquial.Depois estudei no Colégio de N.S do Carmo onde fui alfabetizado e concluí o Curso Primário. Devido à carência de escolas para se cursar o antigo Ginasial e o Científico tive que estudar fora de Nova Cruz. Primeiramente para Recife, onde estudei no Colégio Salesiano do Sagrado Coração de Jesus e depois para Natal onde estudei no Colégio Marista.Para fazer o Curso de Engenharia Civil voltei novamente à Recife onde conclui o Curso pela UFPE.Casei fui á São Paulo fazer Mestrado e depois retornei para Natal onde passei a exercer minhas profissões de Professor e Engenheiro Civil. Durante todos esses anos em minhas folgas e férias, sempre retornava para passá-las em Nova Cruz.Nos cargos públicos que ocupei procurei ajudar a nossa terra e nosso povo. Exemplificando, posso citar as construções de dezenas de casas para as pessoas mais carentes e a vinda da Indústria Alpargatas que ainda hoje é uma das poucas existentes na cidade e que empregou e emprega tanta gente há quase 20 anos. Após o falecimento dos nossos pais, juntamente com a prima Dalva, mantivemos aberta até recentemente o “Comércio Arruda Câmara”, a tradicional “Loja de Dona Joanita”.Independentemente do exercício de minhas atividades profissionais em Natal, seja como Professor da UFRN, seja como profissional liberal, sempre continuo ligado à Nova Cruz onde mantenho aberto o tradicional casarão de minha família na Praça Dix-Sept Rosado.Na nossa casa em Natal sempre recebo conterrâneos que nos procuram para soluções de seus problemas.É raro o dia que não me dedico à solução dos encaminhamentos que são feitos pelos amigos de Nova Cruz. Embora pertencendo a uma família política só comecei a fazer política mais diretamente em 1982 quando meu irmão Leonardo Arruda Câmara se candidatou e foi Eleito Deputado Estadual. Este ano completo 30 anos de militância política em Nova Cruz.Participei de muitas Campanhas Políticas.Fui Candidato à Prefeito de Nova Cruz por sucessivas cinco vezes (1988;1992;1996;2000 e 2004). Em 2012 partindo para a sexta. Se esquecesse do povo não teria sido candidato tantas vezes, nem tinha sido Eleito e Reeleito Prefeito de nossa terra. Nem esqueço o povo nem o povo me esquece, tanto é verdade que está me convocando mais uma vez para ser candidato. Essa afirmativa de que só venho à minha terra para fazer política é um desrespeito à inteligência dos novacruzenses e a uma tradição quase centenária de bons serviços e dedicação através de várias gerações de nossa família à Nova Cruz. Minhas ligações com Nova Cruz são permanentes e serão eternas.

GAZETA - Tem recebido muitas adesões de bacuraus insatisfeitos com a gestão de Flavio? Poderia citar nomes?

CID ARRUDA - Não tenho nada contra os Bacuraus. A maior Bacurau que teve em Nova Cruz foi minha mãe de saudosa memória, Joanita Torres Arruda Câmara. Eu também já fui do MDB.Durante minha trajetória política tenho procurado conquistar a confiança das pessoas que assim são rotuladas por terem simpatia pelo PMDB.Temos que evitar essa disputa entre Bacuraus e Araras.Na recente política do município tanto eu como os Exs-Prefeitos Dr.Targino Pereira, Dona Germana e Germano Targino mostramos que isso é possível e que é esse o caminho. Buscamos o melhor para a nossa terra, para nossa gente Temos que desarmar os espíritos, o que está em jogo são melhores dias para Nova Cruz.O radicalismo político não irá resolver os cruciais problemas de nossa terra. Sinto que existe está conscientização por grande parte dos cidadãos que estão deixando de lado a emoção e usando a razão. As pessoas estão partindo para a comparação.Não gostaria de dizer que estou recebendo adesões, mas apoios. Apoios de novacruzenses que querem o melhor para nossa terra, um Futuro Melhor.Como o número é muito grande, prefiro não nominá-los.

GAZETA - Quando você anda nas ruas as pessoas reclamam muito da atual administração? Quais foram os relatos de descasos mais graves?

CID ARRUDA - A reclamação é geral. Dos moradores da cidade e da zona rural. O que mais escuto: “ No seu tempo não era assim” e fazem os diversos depoimentos com as reclamações. Outros dizem : “O senhor tem que voltar”.As Pesquisas mostram o alto grau de rejeição do atual Prefeito. Não é para menos, um Prefeito que se apropriou indevidamente do dinheiro descontado em folha dos funcionários que fizeram os empréstimos consignados;que sucateou a Sáude do Muncípio (O Hospital e o Centro de Especialidades Odontológicas um caos total. Das 13 Equipes do PSF que deixamos no município, hoje só temos 4 funcionando;Há constante falta de medicamentos para o hipertenso; para os que sofrem do diabetes ou que precisam tomar remédios controlados.Até os mais simples e que compõem o que se chama de “Farmácia Básica”, a população não tem acesso) ; A cidade suja e esburacada (A Coleta Domiciliar de Lixo atualmente é feita utilizando veículos inadequados e sem a necessária regularidade);Fechou a “Escola Informática Raniéry Allyson” que levava o ensino da computação aos jovens pobres do município; Não está dando as condições mínimas para o funcionamento do Núcleo Avançado da UERN; que não tem nem ao menos competência para gastar os recursos para investimentos que foram conseguidos com tanto sacrifício e que encontram-se à disposição do município ( Estádio Municipal de Futebol Celso Lisboa, por exemplo) e tantos outros disparates.Os ouvintes do “Programa Nação Nova Cruz” tomam conhecimento semanalmente de inúmeros outros casos que são relatados pelos cidadãos que estão sofridos com essa gestão.

GAZETA DO AGRESTE – O seu adversário, Flavio Azevedo, tem uma estrutura grande de apoio de governo, senadores, deputados, enquanto sua pré-candidatura caminha com apoios de políticos que não estão no poder. Isso pode dificultar sua candidatura?

CID ARRUDA - Tenho experiências de situações políticas as mais diversas. Já fiz Campanhas sendo Governo e também Oposição. Entendo que estrutura é importante, no entanto mais importante é ter o apoio do povo. Pelo que estou sentindo nas eleições deste ano vamos ter o apoio maciço do novacruzense que está querendo de volta dias melhores para a nossa terra. Todo novacruzense consciente sabe que, infelizmente, o nosso município está mal administrado. Nova Cruz merece uma melhor administração. É isso a que me proponho, administrar bem a nossa querida Nova Cruz.

GAZETA - O Prefeito atrasa os salários dos servidores, atrasa o pagamento dos fornecedores, exonera os cargos de confiança para enxugar a Folha de Pagamento, depois recontrata todos e lá na frente exonera novamente. Você acha que isso é crise ou incompetência? Dê sua opinão...

CID ARRUDA - Ano após ano as finanças do município vêm aumentado. O atual Prefeito vem administrando com mais recursos que eu.Hoje o que vemos é uma Prefeitura sem Credibilidade: fornecedores se negando vender para ela;os prestadores de serviços sem receber; os trabalhadores igualmente sem receber ou quando recebem com atrasos de meses. Nas nossas gestões nada disso aconteceu.Os Salários dos Funcionários e dos Cargos Comissionados sempre foram pagos em dia, dentro do mês ;os repasses dos valores para a Câmara de Vereadores eram feitos integralmente e até os dias 20 de cada mês; os fornecedores e prestadores de serviços recebiam dentro dos cronogramas financeiros pré-estabelecidos nos contratos. A Prefeitura tinha crédito com todos. Essa nova e negativa realidade que vem acontecendo agora se deve à má aplicação do dinheiro da Prefeitura aliada à falta de compromisso e à comprovada incompetência do gestor que administra atualmente Nova Cruz

GAZETA - Se Flávio se reeleger prefeito, que visão você faz do futuro de Nova Cruz?

CID ARRUDA - Seria uma lástima.O povo está vendo agora que foi cometido um equívoco não ter eleito Germano Targino, que vinha de duas gestões aprovadas no vizinho município de Lagoa d`Anta, para me suceder e dar continuidade a nossa obra administrativa.Se vier a acontecer, a reeleição do atual Prefeito, novamente será uma grande perda para Nova Cruz Nossa terra, nem o nosso povo merecem que isso aconteça. N. S. da Imaculada Conceição nos protegerá. Deus é Grande!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário